Pesquisar neste blogue

A carregar...

quarta-feira, 23 de março de 2011

Estilista Galliano pede desculpas, mas será julgado por racismo

O estilista britânico Jonh Galliano pediu desculpas na quarta-feira pelas agressões verbais anti-semitas." Anti-semitismo e racismo não têm lugar na nossa sociedade. Eu peço desculpas francamente pelo meu comportamento, que possa ter causado qualquer ofensa ", palavras ditas por Galliano num comunicado divulgado por uma empresa de advocacia britânica. Apesar do seu pedido de desculpas em público, a promotoria francesa que decidiu submete-lo a julgamento pelos insulto anti-semitas e racistas. Se condenado, Galliano pode apanhar seis meses de prisão e multa de 31.240 dólares. Galliano afirmou que ele foi " objecto de assédio verbal e um ataque não provocado quando um individuo tentou atingir-me com uma cadeira depois de reagir de forma violenta pelo meu aspecto e vestimento". " Por esses motivos eu iniciei procedimentos por difamação e ameaças feitas contra mim" acrescentou.

Sem comentários:

Enviar um comentário