Pesquisar neste blogue

A carregar...

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Ataque Racista!

Foi por vingança que Omar Thornton, entrou na empresa de distribuição de cerveja onde trabalhava como motorista, e matou 8 pessoas.
Sentia-se perseguido por motivos raciais e o dia em que foi convidado a demitir-se foi, para ele, a gota de água.
Depois de disparar sobre os colegas e antes de se suicidar, Thornton teve a coragem de ligar para o número de emergência, não para pedir ajuda mas para explicar os motivos que o levaram a cometer o crime como explica a transcrição desse mesmo telefonema:
"Thornton - Daqui fala Omar Thornton, o homem que disparou em Manchester
Operadora - Sim. Onde se encontra o senhor?
Thornton - Estou no edifício. Certamente quererão saber a razão que me levou a andar aos tiros. Este local é um local racista.
Operadora - Sim, compreendo.
Thornton - Tratam-me mal aqui tal como a todos os empregados de cor. Portanto tive que resolver o problema pelas minhas próprias mãos, só gostava de ter atingido mais pessoas.
Operadora - Onde ao certo em que se encontra no edifício Omar?
Thornton - Isso não lhe vou dizer. Quando me encontrarem é quando tudo isto estará acabado.Hum...diga à minha família que os amo e que tenho de partir agora".

Depois de desligar o telefone, Omar, de 34 anos, suicidou-se com um tiro na cabeça.
A empresa e os colegas negam as acusações de discriminação. Mas a namorada de Thornton garante que viu fotografias, tiradas por telemóvel, de mensagens racistas, escritas na casa-de-banho da fábrica.
O telemóvel de Omar foi, por isso, apreendido pelas autoridades e está agora nas mãos dos investigadores.


Sem comentários:

Enviar um comentário